Patagônia

6 itens
Argentina
TA
95
JS
95
Vinho Branco Riccitelli Sémillon Old Vines 2017
Argentina
R$567,00
+
-
Em até 3x de R$189,00 s/ juros
Argentina
RP
92
Vinho Tinto Bodega Noemía A Lisa 2012
Argentina
R$273,90
+
-
Em até 3x de R$91,30 s/ juros
Argentina
RP
92
Vinho Barda Pinot Noir 2013
Argentina
R$315,00
+
-
Em até 3x de R$105,00 s/ juros
Argentina
Vinho Tinto Familia Schroeder Saurus Pinot Noir 2018
Argentina
R$110,00
+
-
Em até 3x de R$36,67 s/ juros
Argentina
Vinho Tinto Familia Schroeder Saurus Malbec 2018
Argentina
R$110,00
+
-
Em até 3x de R$36,67 s/ juros
Argentina
Vinho Tinto Fabre Montmayou Barrel Selection Malbec 2018
Argentina
R$144,00
+
-
Em até 3x de R$48,00 s/ juros
Patagônia
Patagônia

Conhecida pelas impressionantes geleiras e pela paisagem de cartão-postal, além de ser destino de quem curte esportes de aventura, a Patagônia vem se impondo como Meca de tintos e brancos argentinos classudos e charmosos    Mendoza que se cuide! A Patagônia vem chamando a atenção dos apreciadores de vinho graças aos tintos refinados e brancos puros e sedutores que chegam de lá. Nesta região localizada no sul da Argentina, os vinhedos se concentram em três províncias: Neuquén, Rio Negro e La Pampa – são cerca de 4.500 hectares ao todo, plantados entre 300 e 500 metros de altitudes em solos franco-argilosos, preenchidos com cepas francesas: Malbec, Pinot Noir, Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Syrah, Chardonnay, Sauvignon Blanc e Sémillon. O clima é marcado por invernos rigososos. Já ao longo do verão, que é o período de maturação das uvas, a temperatura pode chegar aos 30º Celsius durante o dia, mas as noites são frias. Tamanha amplitude térmica – superior a 20ºC! -- faz com que os bagos amadureçam lentamente, concentrando açúcar e cor e garantindo taninos finos, aromas puros e acidez perfeita. Neuquén é a principal região vitivinícola da Patagônia, com mais de 1.700 hectares de vinhedos e empreendimentos modernos, com foco em alta qualidade. Rio Negro, vem a seguir, com cerca de 1.500 hectares plantados, sendo o Alto Vale do Rio Negro, a 370 metros de altitude, o “point” de vinhos de alto nível. Os brancos das variedades Sémillon e Sauvignon Blanc são especialmente delicados e minerais – maravilhas que não se pode deixar de experimentar.