main product photo

Vinho Michele Chiarlo Barbaresco Reyna 2014


Sobre o Vinho
O Vinho Michele Chiarlo Barbaresco Reyna é um rótulo da Denominação de Origem Controlada e Garantida (D.O.C.G) do Barbaresco, na Itália. Elaborado pela tradicional vinícola familiar Michele Chiarlo com a uva Nebbiolo. De coloração rubi brilhante, no nariz revela um bouquet aromático intenso, onde destacam-se aromas de frutas vermelhas, notas florais, como de pétalas de rosas, além de toques de folhas de chá. Um Vinho Tinto nobre, complexo e elegante. Em boca conta com taninos refinados e um final longo e equilibrado. Esse é um Vinho Italiano de excelente qualidade, que conquista ótimas pontuação da crítica especializada, como da revista Wine Spectator!
Em estoque
R$299,00
Em até 3x de R$99,67 s/ juros
Consultar Valor do Frete
    Produzido com a uva Nebbiolo, oriunda de vinhedos na Denominação de Origem Controlada e Garantida (D.O.C.G) do Barbaresco, na Itália. As uvas são colhidas manualmente. A fermentação alcoólica é realizada em tanques de aço inox, sob temperatura controlada de 27°C a 32°C, com um período de dezessete a dezoito dias de maceração em contato com as cascas. A fermentação malolática acontece em tanques de aço inox. O vinho estagia em grandes barris de carvalho por um período de dezoito meses, estagiando por mais um período na garrafa.
    Acompanhe bem vitela, cordeiro e risotos.
    Michele Chiarlo é um vinícola familiar localizada na renomada região vitivinícola do Piemonte, na Itália. Sua história começa na década de trinta, com Pietro Chiarlo, que após trabalhar em um vinícola em Canelli, decide investir em uma propriedade em Calamandrana, no Piemonte, com seu irmão Felice. Seu filho, Michele Chiarlo, estudou viticultura em Alba, tendo como colegas importantes nomes do cenário vinícola italiano, como Renato Ratti, Ezio Rivella, Franco Ziliani, Giuliano Noè e Giacomo Tachis. Michele começa a produzir seus vinhos em 1956, com seu primeiro Barolo sendo lançado em 1958. Na década de setenta, Michele Chiarlo expande o negócio, adquirindo vinhedos no Langhe, Monferrato e Gavi e no final da década de oitenta em Cerequio, La Morra e Cannubi. Durante os anos noventa, seu filhos, Stefano e Alberto, entram negócio da família. Em 1995 é adquirida a Tenuta La Court, com vinte hectares de vinhedos em Castelnuovo Calcea, na Denominação de Origem Controlada (D.O.C.) de Barbera. Hoje, Michele, Stefano e Alberto continuam trabalhando arduamente na vinícola, produzidos vinho de excelente qualidade, entre eles, Barolo e Barbaresco!